sábado, janeiro 11

Roubei la do Ziggy, eh tudo que eu gostaria de ter escrito

A criança do outro mundo.


A intenção é lembrar você de que com um banho, umas roupas limpas, um corte de cabelo, uma visita ao dentista e uma boa escola, essas crianças ficam igualzinhas ao seu filho, igualzinhas ao seu irmãozinho. A intenção é lembrar você de que o seu filho ou o seu irmãozinho, sem você, sem os seus pais e sem os privilégios sociais que lhes foram fortuitamente concedidos, ficam igualzinhos a essas crianças.
Existe logo ali um mundo de excluídos, de marginalizados, um mundo a parte de seres também humanos, cujos direitos foram negados. Logo ali no morro, no mangue, na selva, na baixada, no sertão, um mundo onde a constituição não chega, onde os direitos humanos não existem, um mundo regido por outras regras. Fosse você exilado para esse mundo e teria que dançar sob a mesma música, que seguir as mesmas normas. Após algum tempo vivendo lá talvez você não reconhecesse a sí mesmo ou aos seus atos. Nesse outro mundo também tem gente com tanto potencial quanto você ou eu, mas sem qualquer oportunidade.
Eu não chamaria de poder paralelo, porque é um poder muito pequeno em relação ao poder dos verdadeiros criadores dessa situação. Assumamos eu e você que também somos reponsáveis, uma vez que temos o conhecimento. Eu chamaria de "mundo paralelo" e mundos paralelos também se chocam em algum momento. A criança do outro mundo, às vezes desce o morro e no asfalto, munida de revólver ou navalha, munida da ignorância, munida do instinto de sobrevivência e do senso de indignação de quem sabe que não é pior e nem menos merecedor do que eu ou você, às vezes rouba, às vezes fere, às vezes mata.

**********

O seu mundo tem?

Você certamente gosta de viajar, no entanto já pensou em conhecer um outro mundo?!
O seu mundo tem cursinho, faculdade, pós, doutourado, mestrado, carrinho zero para a aprovação no vestibular?
Esse outro tem analfabetismo, analfa-byte-ismo, criança fora da escola vendendo chicletes no semáforo.
O seu mundo tem clube, baile de debutante, rave, cinema, Mac Donalds, festa de aniversário?
Esse outro tem baile funk, tem bala perdida, tem garoto morrendo pelo par de tênis na frente da escola pública.
O seu mundo tem judô, balé, xadrez, piano, inglês, francês, computador, escândalos e desastres na TV a cabo?
Esse tem menino cheirando cola pra matar a fome, tem menina vendendo o corpo pra comprar crack.
O seu mundo tem mesada, cartão de crédito, motorista e empregada?
Esse outro mundo tem gente sobre o teto do lotação, tem assalto e assédio dentro do metrô, tem gente morta nos trilhos do trem.
O seu mundo tem chacina, assentamento, lixão, esgoto a céu aberto, pai de dezoito, mãe de treze, criancinha morrendo de inanição?
Tem, tem?
O seu mundo tem?
E você vai pensar que não tem nada com isso, que não tem participação nisso, que não escolheu isso. E você vai trocar de canal, virar a página, mudar de assunto, virar o rosto, virar as costas, trancar-se no seu quarto, me achar piegas... eu não sou da sua rua.



Beatriz
Edu Lobo - Chico Buarque/1982)

Olha
Será que ela é moça
Será que ela é triste
Será que é o contrário
Será que é pintura
O rosto da atriz
Se ela dança no sétimo céu
Se ela acredita que é outro país
E se ela só decora o seu papel
E se eu pudesse entrar na sua vida

Olha
Será que é de louça
Será que é de éter
Será que é loucura
Será que é cenário
A casa da atriz
Se ela mora num arranha-céu
E se as paredes são feitas de giz
E se ela chora num quarto de hotel
E se eu pudesse entrar na sua vida

Sim, me leva para sempre, Beatriz
Me ensina a não andar com os pés no chão
Para sempre é sempre por um triz
Ai, diz quantos desastres tem na minha mão
Diz se é perigoso a gente ser feliz

Olha
Será que é uma estrela
Será que é mentira
Será que é comédia
Será que é divina
A vida da atriz
Se ela um dia despencar do céu
E se os pagantes exigirem bis
E se um arcanjo passar o chapéu
E se eu pudesse entrar na sua vida

Campo Minado Glam Rock

Foi a Cris que fez! Meu Deus, estou cercada por genios!!!!

sexta-feira, janeiro 10

- Escuta mamãe... o que é isso?
- É eco
- Não é eco, mamãe, é E-Q-U-I-O
- ...

***
- O que é isso mamãe?
- São modelos desfilando Bia
- Igual a Gisele Bin?
- ...

***
- O que é isso mamãe?
- Ah Bia, não sei, não é nada
- É filme mamãe, você não sabe?

***

- Olha mamãe, é o Bad Pitice (Brad Pitt). Você conhece ele mamãe?
- Quem me dera Bia, quem me dera...

***

- O que é isso mamãe?
- É uma atriz chamada Halle Barry, meu amor, ganhou um prêmio porque trabalha muito bem
- Parece a mamãe

Isso que é padecer no paraíso paraíso!

terça-feira, janeiro 7

Voltei! Bloqueada igual a Ju, com muita história pra contar, mas cadê as palavras? Ó, vou ali tomar uma sopa de letrinhas e depois volto.